Facebook Scripts

adSense

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Lisboa - Portugal

Lisboa é aquela cidade que todo brasileiro deveria conhecer para entender a sua origem.

A principal cidade dos nossos irmãos portugueses transborda história e cultura. Lá é possível ver como a nossa troca cultural ainda é intensa, muito devido ao vínculo linguístico. Da mesma forma que vemos muito da cultura portuguesa na maioria das cidades brasileiras, em Lisboa você verá que acontece também o contrário: Portugal também vem incorporando diversas características do Brasil. E é por isso que essa viagem é tão incrível e enriquecedora: Encontrar o país mais parecido com o nosso e se encantar com as trocas por eles produzidas.



Na terra do fado, dos grandes aventureiros navegantes, de escritores como Camões, Fernando Pessoa e José Saramago, você também vai encontrar uma boa acolhida, muita animação, lugares bonitos e boa comida.

Procure também observar como nossos dialetos evoluíram de forma diferente. Se dentro do próprio Brasil já temos uma diversidade enorme de sotaques, ainda mais diferente é conversar com gente de Portugal, e é justamente essa diversidade que faz do português uma língua tão bonita e fascinante.

Lisboa foi a última cidade de uma Eurotrip que fiz com mais 2 amigos, Gustavo e Wilson, em 2011. Lá também encontramos duas amigas brasileiras que estavam morando lá e nos receberam muito bem: Ana e Lua. Em 2016 voltei, com minha namorada Andrezza, e um casal de amigos Thiago e Thays.

Neste post você vai encontrar as principais dicas para aproveitar Lisboa da melhor maneira possível e também conhecer algumas das nossas loucas histórias.

Castelo de São Jorge - Bandeira de Portugal - Lisboa - Centro histórico
Castelo de São Jorge com a bandeira de Portugal

* Post atualizado com novas informações em 9/10/2016 após nova viagem.

Onde ficar

Ficamos no excelente Albergue GoodMorning Hostel. O GoodMorning Hostel fica num lindo casarão com arquitetura típica portuguesa. Não tem forma melhor de conhecer a cultura de um país que ficar num típico edifício, no coração da cidade, não acham? O hostel organiza sangrias free todas as noites com um clima muito bacana, walking tour todos os dias às 10h e saídas para pubcrawls e fados. Além de tudo isso, eles preparam um jantar bem saboroso, enquanto ensinam todo mundo a preparar o prato. O hostel fica na Praça dos Restauradores, bem no coração de Lisboa, e super fácil para ir a qualquer lugar.

O Good Morning Hostel organiza várias atividades que vão te fazer aproveitar a cidade e os momentos da maneira mais intensa possível. Mesmo viajando sozinho você vai aproveitar, se enturmando rapidinho com uma galera gente boa. Recomendo! (Link do albergue GoodMorning Hostel).

Vista do GoodMorning Hostel para a Praça dos Restauradores - Lisboa - Portugal
Vista do Albergue para a Praça dos Restauradores

Casarão onde fica o GoodMorning Hostel - Lisboa - Portugal
Casarão onde fica o GoodMorning Hostel

Exemplo de agenda animada proposta pelo GoodMorning Hostel - Lisboa - Portugal
Exemplo de agenda animada proposta pelo GoodMorning Hostel


O que comer

Além do famoso bacalhau, você não pode deixar de provar o delicioso Pastel de Belém (ou P'stel d'B'lém, como pronunciam os portugueses). Embora se encontre em qualquer padaria, com o nome de Pastel de Nata, dizem que Pastel de Belém de verdade somente em Belém (que falaremos mais tarde), próximo à Torre de Belém. Numa dessas padarias uma senhora de idade brigou com o padeiro, dizendo que Pastel de Belém só o original, e que aquilo era na verdade um Pastel de Nata. Eu como só opino sobre acarajé, me abstive.

Pastel de Belém - Pastel de Nata - Lisboa - Torre de Belém - Comida típica portuguesa - Portugal
Não deixe de provar esse delicioso quitute

Vida Noturna

Lisboa tem uma vida noturna bastante agitada e com muitas opções.

O Bairro Alto é o bairro mais boêmio da cidade. Não tem muitas discotecas, mas tem muitos botecos e muita gente bebendo em pé no meio da rua mesmo. Ótimo para conversar e conhecer gente de lá. Foi no Bairro Alto que provei pela primeira vez a Caipiblack, uma caipirinha feita com Vodka negra, provavelmente adaptação portuguesa da nossa Caipirinha, e que é uma delícia. Não deixem de provar.

Não deixem de provar também a cerveja mais consumida por lá, a Sagres, e claro, o famoso e saboroso Vinho do Porto, que pode ser encontrado a preços muito menores que no Brasil.

Tomando uma cerveja no Bairro Alto
Tomando uma cerveja Sagres no Bairro Alto

No bairro alto você também encontra ótimos shows de Fado com jantar incluso. É tudo muito típico e vale a pena: os pratos, os shows, a animação...

Show de Fado num Restaurante Típico - Bairro Alto - Lisboa - Portugal
Show de Fado num Restaurante Típico

Foi também no Bairro Alto que encontramos umas raparigas portuguesas (calma lá, rapariga no sentido português), que nos explicaram vários falsos cognatos entre Portugal e Brasil, como por exemplo, quando uma delas, que trabalha numa ótica, disse a um brasileiro que experimentava um par de óculos que esses óculos o deixavam com um ar "fresco", o que deixou o brasileiro irritado. Porém, ar fresco em Portugal quer dizer que está com um "ar jovem".

Descendo o Bairro Alto é possível encontrar algumas casas com pequenos shows, incluindo forrós e outros estilos brasileiros. Entramos numa dessas casas, mas vimos algumas cenas muito trashes, como uma velha bêbada que dançava sozinha.

Vinho do Porto - Rua Augusta - Estátua de Fernando Pessoa - Lisboa - Portugal
Tomando Vinho do Porto e trocando uma ideia com Fernando Pessoa

Vinho do Porto - Rua Augusta - Estátua de Fernando Pessoa - Lisboa - Portugal
Galera gente boa reunida na rua Augusta, com Fernando Pessoa e o Vinho do Porto

A Discoteca mais famosa da cidade se chama Lux. Chegamos a ir na entrada, que estava lotada, mas acabamos nos convencendo de que não valia a pena devido ao preço alto e muita gente se achando. Na saída tomamos um táxi para ir para as Docas do Alcântara. O taxista era muito louco e queria nos convencer a irmos a um puteiro. Ele falava repetidas vezes e dava risada depois: "Tu podes ir nas Docas, pagar 30 euros, mas aí não vais foder", "Se queres foder, tenho um lugar que vais gostar". Provavelmente ele ganhava uma comissão do lugar para enganar turistas trouxas.

Acabamos indo para as Docas do Alcântara mesmo, um lugar com muitas discotecas à beira do rio Tejo. Tinha tudo para ser uma noite excelente não fosse por um acontecimento inusitado. Eu estava tentando conversar com uma moça numa das discotecas (que pagamos caro para entrar), quando ela saiu em seguida me ignorando após dar algumas respostas monossilábicas. Em nenhum momento eu a tratei mal ou tentei forçar alguma barra. Óbvio que ninguém é obrigado a ficar com ninguém, mas o que aconteceu depois foi que nos chateou. Ela foi falar com o irmão dela, que veio falar comigo em tom ameaçador (com o suporte de seus amiguinhos), dizendo que não era para eu falar com a irmã dele. Meu amigo Wilson ouvindo isso, tentou intervir dizendo "Mas ele só estava conversando com ela" no que o português respondeu apontando-lhe o dedo: "Cale a boca que não falei com você". Em seguida ele me perguntou se eu era brasileiro, e após ouvir uma resposta positiva falou em tom rude "Eu não gosto de brasileiros e não converse mais com minha irmã se não quiser ter problemas". Um turista é sempre mais vulnerável nessas situações. Decidimos não procurar confusão, mas já não tínhamos mais clima para ficar no local. Na saída ainda comemos um hambúrguer de rua que estava estragado e nos deu piriri no dia seguinte, e conversamos com o taxista que nos levou para o albergue sobre o quanto era horrível ver esse tipo de xenofobia em pleno século XXI, e o quanto isso me deixava triste.

Tenham cuidado para não passar por situação semelhante, e não entrem em confusão. Não vale a pena.


Seguro Viagem

Na Europa, países signatários do acordo Schengen exigem seguro com cobertura mínima de 30 mil euros para qualquer viajante. São eles: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Holanda, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça.

No banner abaixo, disponibilizamos um comparador de Seguros da Real Seguros, através dele, você pode comparar o custo e os itens cobertos de várias seguradoras diferentes. (Ou clique aqui para ler nosso post sobre seguro viagem)



O que conhecer

O que não falta em Lisboa são lugares turísticos para conhecer além de belezas naturais e praias. Aqui citarei os principais, acompanhados de fotos.

Os locais estão mais ou menos agrupados por proximidade, indicando lugares que podem ser conhecidos no mesmo passeio. Nossa sugestão é que você agrupe seus passeios por dia:

Centro de Lisboa: Rua Augusta, Elevador de Santa Justa, Museu Arqueológico do Carmo, Estátua de Fernando Pessoa, Catedral da Sé, Castelo de São Jorge entre outros.

Belém: Provar os pastéis de Belém, Torre de Belém, Monumento aos Descobrimentos, Mosteiro dos Jerónimos.

Proximidades da Estação Oriente: Parque das Nações, Teleférico, Oceanário de Lisboa, Museu do Conhecimento

Praia de São Pedro de Estoril, em Cascais: Passear um pouco em volta, almoçar por ali e passar o dia na praia.

Veja abaixo os detalhes:


Rua Augusta

A Rua Augusta é uma rua para pedestres apenas, com calçadão típico de pedras portuguesas. Uma das melhores ruas de Lisboa para se hospedar. Além de estar numa região central com acesso fácil a qualquer parte da cidade, a rua está repleta de shows de rua de Fado e outras coisas, e restaurantes com mesas no meio da rua e comida típica. Apesar do clima agradável de comer em mesas na rua, o ponto fraco desses restaurantes é que alguns senhores de idade traficantes de droga aparecem para oferecer drogas a turistas às vezes.

Rua Augusta e seu calçadão - Lisboa - Portugal
Rua Augusta e seu calçadão

Rua Augusta vista de fora da Porta - Lisboa - Portugal
Rua Augusta vista de fora da Porta

Elevador Santa Justa

Próximo à Rua Augusta está o Elevador Santa Justa que liga a parte alta à parte baixa da cidade. O Elevador foi inspirado no Elevador Lacerda (de Salvador, Brasil) e em técnicas francesas como as da construção da Torre Eiffel. O resultado é um belo e útil ponto turístico, como você pode conferir abaixo:

Elevador Santa Justa - Lisboa - Portugal
Elevador Santa Justa

Elevador Santa Justa à noite - Lisboa - Portugal
Elevador Santa Justa à noite

Museu Arqueológico do Carmo

Subindo o Elevador Santa Justa, você vai encontrar um museu que, para mim, foi um dos lugares mais interessantes que conheci em Lisboa.

O Museu Arqueológico do Carmo é uma antiga igreja cujas paredes sobreviveram ao grande terremoto de 1755 (embora o teto tenha desabado).

O terremoto de 1755 em Lisboa foi um dos maiores desastres da história, e dizimou em poucas horas quase metade da população lisboeta da época. Houve uma sequência de 3 fatos devastadores: 1) Um terremoto, à noite, que destruiu inúmeras construções, matando muitas pessoas. Como não havia luz elétrica na época e a iluminação era feita por velas, essas velas caíram gerando 2) Um enorme incêndio que consumiu a cidade matando ainda mais gente. Para fugir do incêndio, as pessoas fugiram para a praia, quando então aconteceu 3) Um terrível Tsunami que passou por cima da praia e da cidade matando o que restou.

O museu Arqueológico do Carmo, conta essa história e traz muita coisa interessante além disso. A família real, por sorte não estava em Lisboa quando isso tudo aconteceu, mas isso teve grandes consequências na reurbanização de Lisboa, e no aumento da exploração do Brasil para a sua reconstrução.

Marquês de Pombal é visto como um herói em Portugal, e você vai encontrar inúmeras estátuas dele. Foi dele a ideia de que ruas largas servirão para algo um dia, mais de um século antes da invenção dos carros. Fazendo com que Lisboa tenha essa grande diferença com relação a outras cidades históricas que possuem ruas estreitas. Para o Brasil, no entanto, Marquês de Pombal não passou de um escroto que sugou (ainda mais) o Brasil até alma, deixando sequelas no desenvolvimento do país até hoje.

Entrada do museu

O que restou da igreja por dentro

Imitar estátuas é sempre muito legal =P

Como supostamente era a Igreja antes do terremoto

Castelo de São Jorge

O Castelo de São Jorge é uma construção medieval, feita no contexto da reconquista cristã, ou Cruzadas. O local foi dominado durante 5 séculos pelos mouros, e é possível encontrar muitos restos arqueológicos dessa época no local. De lá também se tem uma bela vista da cidade. Local imperdível.

Castelo de São Jorge visto de cima do Elevador Santa Justa

No caminho para o Castelo você vai encontrar ruas que lembrar muito o Pelourinho, em Salvador

Entrada do Castelo São Jorge

Cavaleiro das Cruzadas:
É sempre necessário imitar alguma estátua.
Na falta de espada, uma garrafa, d'água.

Castelo de São Jorge

Vista do Castelo para o Tejo e a Ponte 25 de Abril (Ponte sobre o Tejo)

Catedral da Sé

A Catedral da Sé em Lisboa é diferente de qualquer outra que você vai visitar na Europa. De estilo medieval, bem antigo, foi construída no século XII após a conquista dos mouros. O Terremoto de 1755 destruiu boa parte da catedral, que só foi completamente restaurada no século XX.

Foi lá que um senhor torcedor do Vitória me viu com a camisa do Bahia e disse: "Eu cruzo o Atlântico e até aqui encontro essas miséra do Bahia". Ah profano torcedor do Vitória, não entendes que o manto é sagrado?

Galera reunida pra rezar

Bondinhos

Os bondinhos (ou elétricos, em Português de Portugal) são uma atração à parte. Eles foram preservados com o seu estilo antigo e servem até hoje como meio de transporte, além de dar um charme à parte histórica da cidade. Você pode usá-los para ir a vários lugares de Lisboa, inclusive a Catedral da Sé e o Castelo de São Jorge.

Bondinho de Lisboa


Belém

Próximo a Lisboa está Belém. E lá há um monte de coisas legais para conhecer. Recomendo tirar um dia para conhecer as coisas de Belém.

Lá, além da famosa Torre de Belém, também está o Mosteiro dos Jerónimos, a Praça com os monumentos ao Descobrimento e o famoso restaurante criador do Pastel de Belém, o original.

Não podíamos deixar de comer vários Pastéis de Belém e outras tantas gostosuras engordantes

Mosteiro dos Jerónimos

Lateral do Mosteiro dos Jerónimos

Entrada principal do Mosteiro

Túmulo de Camões

Túmulo de Vasco da Gama (Coloquei em segundo, porque o Vasco é sempre Vice)

Monumentos aos Descobrimentos

O mapa mostra o local de várias descobertas portuguesas.
Aqui, Porto Seguro, onde o Brasil começou, e Salvador, sua primeira capital.

Monumento aos Descobrimentos

Monumento aos Descobrimentos

Monumento aos Descobrimentos e ao fundo o Tejo, a Ponte sobre o Tejo e o Cristo.

Torre de Belém

A Torre de Belém é um dos monumentos mais expressivos da cidade de Lisboa. Localiza-se na margem direita do rio Tejo, na freguesia de Belém, onde existiu outrora a praia de Belém. Inicialmente cercada pelas águas em todo o seu perímetro, progressivamente foi envolvida pela praia, até se incorporar hoje à terra firme.

O monumento destaca-se pelo nacionalismo implícito, visto que é todo rodeado por decorações do Brasão de armas de Portugal, incluindo inscrições de cruzes da Ordem de Cristo nas janelas de baluarte; tais características remetem principalmente à arquitetura típica de uma época em que o país era uma potência global

Torre de Belém - Lisboa - Tejo - Portugal
Torre de Belém

Torre de Belém

Em Belém também tem Cu (Porém é limitado)

Parque das Nações

O Parque das Nações é um bairro moderno, e bem distante do Centro de Lisboa. Além de muitos ótimos restaurantes, ele abriga um grande Shopping Center (Shopping Vasco da Gama), Oceanário, Museus, Teleférico e muitas coisas legais para fazer.

Fim de tarde no Parque das Nações

Teleférico

Além de servir para se deslocar rapidamente para chegar ao Oceanário e outros pontos importantes, o Teleférico vale a pena pela vista que ele proporciona.

Vista do Teleférico

Foto de dentro do Teleférico


Oceanário de Lisboa

O Oceanário de Lisboa é um dos mais conhecidos do mundo. Lá você vai encontrar animais marinhos como tubarões, lontras, pinguins, moluscos e todo tipo de peixe. A entrada do oceanário custa 14€ para ver somente a exposição permanente e 17€ para ver a exposição permanente e temporária.








Praia de São Pedro do Estoril, em Cascais

A famosa praia de São Pedro do Estoril em Cascais (também conhecida como Caxcaix) é uma das melhores de Lisboa. Fica um pouco afastada e é necessário pegar um trem (comboio), mas vale a pena. Fomos lá após comer e beber vinho como condenados na casa da família de uma amiga, Lua, onde fomos muito bem recebidos.

Com a barriga cheia e semi-bêbados fomos à praia, onde bebemos ainda mais.

A água da praia era gelada, de forma que só de pisar na areia molhada fez com que todos os músculos de meu corpo se contraíssem e meus dedos dos pés ficassem imóveis. Não tive coragem de entrar no mar.

Lá conhecemos duas francesas, que após nos apresentarmos e conversarmos um pouco, começaram a falar mal da gente em francês. Mal sabiam elas que eu falo francês fluente. Depois fui propositalmente puxar papo com elas em francês, foi o suficiente para elas ficarem vermelhas ao extremo e quererem enfiar a cabeça na Terra. O oposto também acontece, com brasileiros que falam em português achando que ninguém vai entender no exterior, o resultado dessas histórias engraçadas está nessa coletânea do blog (Clique para ler): Cuidado com Brasileiros.

Tomando uma Sagres na praia

Praia de Cascais - Lisboa - Portugal
Praia de Cascais

Pôr-do-Sol em Cascais - Lisboa - Portugal
Pôr-do-Sol em Cascais

Gostou do post? Então curta também a nossa página Facebook:

A Riqueza de Viajar (Clique para conhecer)


Precisa de mais informações? Veja também os ótimo posts do nosso parceiro História e Viagem sobre Lisboa:
Lisboa - Alfama e Castelo de São Jorge
Lisboa - Dos restauradores até a Praça do Comércio
Lisboa - Belém joia lisboeta

Veja também posts relacionados sobre:
Porto - Outra linda cidade de Portugal que merece sua visita
Eurotrip - Primeira Vez na Europa - Vai viajar para a Europa pela primeira vez? Veja nosso roteiro com as cidades fundamentais!
Eurotrip - Portugal e Espanha - Roteiro passando pelas melhores cidades destes dois países incríveis.
Amsterdã - Conheça a cidade da liberdade individual, diferente de qualquer outra.
Barcelona - Quer festa? Barcelona tem que entrar no seu roteiro.
Luxemburgo - Lotada de portugueses, essa cidade acaba sendo esquecida por viajantes, mas seu charme é incontestável.
Paris - Veja como aproveitar melhor a cidade mais visitada do mundo.
Roma - Impossível falar de História sem falar de Roma. Maior quantidade de monumentos históricos por metro quadrado.
10 Melhores Cidades Históricas para Viajar - Lisboa foi eleita uma das 10 melhores cidades históricas para viajar. Veja quais são as outras.

Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. Muito bem elaborado. Mostrou os mais bonitos points de Lisboa.

    ResponderExcluir
  2. Belo comentário, tenho vários/as amigos/as brasileiras que estão a estudar na Universidade de Coimbra e em nome dessa amizade e de tudo que nos liga entre dois países irmãos, peço desculpa por esses momentos menos bons. Infelizmente em todos os lugares do mundo existem pessoas menos educadas e com comportamentos injustificáveis. Como portuguesa agradeço tudo que referiu e voltem sempre!
    Maria da Luz Pereira Pedroso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Maria! Não há do que se desculpar! Gente ruim existe em todos os lugares. A maioria dos portugueses são muito gente boa e a cidade é adorável.
      Com certeza voltarei, e você também seja muito bem vinda ao Brasil.
      Abraço!

      Excluir
  3. Estive em Portugal em 2008 fiquei encantada!volto o ano q vem com meu esposo. Lugar lindo de muita paz e de pessoas boas boas de verdade.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo post super completo, Antonio! Fiz uma escala de algumas horas em Lisboa há alguns anos e só deu para andar pela Rua Augusta e ver por fora o Castelo de São Jorge e a Catedral da Sé. Na época fiquei triste com o estado dos monumentos. Dava para ver que a crise prejudicou os fundos para a preservação do patrimônio, ainda mais se comparados com Paris, que era de onde eu estava vindo. Não sei como está hoje...

    Abraços!

    http://madamebr.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, Ju.

      O que posso dizer é que hoje os monumentos de Lisboa estão em bom estado e Lisboa merece uma nova visita sua!

      Abraço

      Excluir
  5. António, estou com viagem programada para Itália e Portugal e me deparei com seu blog! Obrigada pelas dicas, vc parece ser gente boníssima!!
    Moramos em Goiânia e meu pai e Baiano como vc, apaixonado pelo Bahia! Quando for a Goiânia eu, meu esposo e meu pai estamos à disposição para lhe dar dicas sobre a cidade! Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lorena,
      Que bom que o blog pôde ajudar de alguma forma :)
      Obrigado pelo feedback!
      Abraço

      Excluir
  6. Seu Blog é de longe o mais legal, interativo, completo e com dicas ótimas de viagens que eu já encontrei!!! Ameeei suas dicas sobre Lisboa, estive lá uma vez há 3 anos e vou novamente agora em maio e sou apaixonada pela cidade. Peguei aqui dicas de lugares que eu não fui da outra vez e vai ser ótimo pra conhecer partes novas!! Continue postando suas experiências, vou acompanhar sempre! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Thaís,

      Obrigado pelo seu comentário! Fico feliz que o blog será útil na sua viagem. Este é o tipo de feedback que me faz ter vontade de escrever cada vez mais e melhor. =)

      Obrigado

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...