Facebook Scripts

domingo, 7 de janeiro de 2018

Como usar Internet em Cuba

Muito se fala sobre Cuba ser um país fechado e com uma série de restrições, inclusive quando se trata de internet. Tudo isso é verdade, mas vem mudando bastante nos últimos anos. Quem acompanhou nossa viagem a Cuba em Dezembro de 2017 pelo Facebook e Instagram pôde notar que fizemos postagens frequentemente durante a viagem.

Uma das muitas praças com Internet via WiFi em Havana

A Internet em Cuba é controlada por uma empresa estatal, a ETECSA. Ela disponibiliza uma série de pontos com WiFi pela cidade, em lugares como praças, parques e também nos principais hotéis e bares, funcionando também do lado de fora.

Antes de viajar, eu também pesquisei em outros blogs sobre como acessar a internet. Neles, pude ver que a internet ainda estava engatinhando por lá, com poucas praças com WiFi disponíveis e baixa velocidade. Quando fui, já estava bem melhor. Foi possível encontrar internet em mais lugares que eu pensava e com velocidade semelhante à que encontramos no Brasil na maioria dos lugares.

É fácil descobrir onde tem WiFi. Você sempre verá muitas pessoas olhando para seus smartphones, tablets e até notebooks, como na foto principal do post. Isso de certa forma acabou se tornando uma atividade meio social por lá. Muitos jovens se reúnem para usar a internet juntos. Você também vai ver muita gente fazendo videoconferência, falando com seus familiares que moram em outras cidades ou outros países. Cuba é um país bastante seguro, e as pessoas não têm medo de terem seus celulares roubados. Mesmo tarde da noite você encontra muita gente usando o celular nesses lugares públicos.

Embora seja bem fácil encontrar onde tem internet por lá, você pode querer ver os pontos disponíveis, através do Site da ETECSA.



Como acessar

Para acessar a internet é necessário comprar cartões como os da foto abaixo. Você pode comprá-los em postinhos escrito ETECSA ou na recepção de grandes hotéis. Nos cartões, tem um usuário e senha que você vai colocar na página que vai abrir assim que você conectar ao WiFi. Existem cartões de 1h e de 5h, que custam respectivamente 1 CUC (Cerca de 1 Dólar) e 5 CUC. Quando pesquisei em outros blogs antes de viajar, encontrei informações de que o cartão custava 2 CUC em posts mais antigos e 1,50 CUC em posts mais recentes, o que mostra que o preço vem caindo. Então, dependendo de quando você esteja lendo este post, talvez esteja um pouco mais barato.





Para desconectar, basta acessar a mesma página que você usou para logar. Isso é importante para que seus minutos não continuem correndo. A página é www.portal.nauta.cu



Internet 3G

Cuba já tem internet 3G também. Para usar, é preciso verificar o serviço de Roaming Internacional da sua operadora e se vale a pena pagá-lo. Vale lembrar, que como é algo bem recente, a internet não vai funcionar bem em todos os lugares. Ainda não tem internet 4G por lá.


Internet nas casas das pessoas

Embora você não vá precisar disso, pode ser uma curiosidade que você tenha, assim como eu tive. Segundo as várias pessoas que perguntei, as pessoas podem ter internet em casa, empresas e órgãos públicos, mas ela ainda é discada. O telefone fixo em Cuba é bem barato e, segundo eles me disseram, a conta mensal costuma sair por centavos de CUC. Planos de celular ainda são meio caros.

Segundo li, o governo já está implantando internet banda larga, mas ainda está presente em poucos lugares.


A internet em Cuba tem conteúdo restringido?

Fizemos alguns testes para saber se o governo controla o que você pode acessar. Testamos sites como Washington Post, The New York Times, o site do Partido Republicano, entre outros, principalmente americanos e todos abriram normalmente. Aparentemente não há restrições quanto ao conteúdo.


No final do post tem mais algumas fotos, com explicações e curiosidades sobre como é a relação dos cubanos com SmartPhones e internet.

Conheça e curta nossa página no Facebook e fique sempre por dentro das novidades:
A Riqueza de Viajar (Clique para conhecer)


Siga-nos também no Instagram: @ariquezadeviajar


Posts relacionados

Roteiro de Viagem por Cuba - Duas sugestões de Roteiros, para explorar o país em 11 ou 20 dias.
Havana - Todas as dicas dessa cidade incrível!
Cuba é mesmo como dizem? - Um pouco da realidade de Cuba e de como vivem os cubanos.
Buenos Aires - Post sobre a capital da Argentina, terra de Che Guevara.
Cuidado com Brasileiros - Veja essas dicas para não passar por esses perrengues

Veja todos os Posts Sobre Cuba
Veja o nosso índice de Posts



Essa é uma loja onde se pode comprar Tablets e Celulares. Há muitas marcas chinesas por lá, mas também vi algumas das marcas que conhecemos. iPhone e marcas americanas eram bem raros.

Em lojas como essa é possível consertar celulares e fazer outros serviços relacionados.

Nas praias, os Resorts costumam ter essas áreas comuns para que seus hóspedes acessem a internet. Do lado de fora dos grandes hotéis e bares a internet também funciona via WiFi.


Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Rapaz alguém está mentindo, ou você, ou as outras várias pessoas que também viajaram pra lá e contaram uma história bem diferente e até mesmo cubanos que também vi contando outra história em vídeo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe, mas o seu comentário é extremamente genérico a partir do momento que você me contesta, mas não diz em que ponto.
      Você supõe que todas as postagens que fiz (e podem ser constatadas no Facebook e no Instagram) são falsas?
      Por que um blog de viagens ia prejudicar quem viaja para lá com informações falsas?
      Qualquer pessoa poderia viajar para lá e verificar tudo isso que relatei facilmente.

      Excluir
  2. Parabéns pelos relatos , sem deixar a ideologia falar à frente da realidade .

    ResponderExcluir
  3. Antônio, seu post está muito bom!! Só um pouco superficial sibre comi começou o movimrnto revolucionário e o se desenrolar. Mas quanto à realudade cubana atual, está praticamente batendo com o que vi por lá. Eu fiquei por 30 dias, 15 dias num acampamento com uma brigada, fazendo trabalhi voluntário na agricultura e outros 15 dias viajando até Santiago de Cuba. Participei da marcha de 1 º de maio, fui à conferências com autoridades, conheci sindicatos, CDR, COOPERATIVAS agrícolas.Gostei tanto que voh voltar!!Tive a experiência de ficar em casas dd família e conviver no dia a dia deles!! Reslmente o sentimento deles é o de que tem que ser mantido o regime socialista com todos os seus logros e uma parte dos jovens achs que tem que ter uma aberturs um pouco maior da economia!! Ehh isso! Um abraço.

    ResponderExcluir