Facebook Scripts

adSense

sábado, 18 de maio de 2013

Berlim - Alemanha

Pensar em Berlim é pensar em história. Capital do mundo germanófono, ela traz consigo as feridas cicatrizadas e as lições de uma cidade que passou por inúmeras guerras. Lá, você encontrará muitos museus sobre as guerras, principalmente a segunda mundial, além de lugares que foram preservados, como uma igreja bombardeada e campos de concentração, e outros tantos monumentos que te farão refletir sobre tudo isso.

Mas Berlim não é só história. Ela é hoje uma cidade muito bonita, organizada e com muita cultura. Andar pela cidade é fácil, o metrô cobre uma grande parte de tudo o que você precisa conhecer, e as pessoas normalmente são muito gentis e se esforçam para te explicar o que você precisar em inglês.


Como há muitas coisas para ver e fazer, recomendo pelo menos 5 dias.



Parlamento alemão, Reichstag, Berlim
Ok, vocês queriam ver o parlamento, mas essa foto não ficou massa? =P


Onde ficar:

Quando fui a Berlim, fiquei no albergue Meininger Berlin Central Station, que eu considerei excelente, realmente um dos melhores que conheci. Ele fica em frente à estação de trem central da cidade (com metrô), próximo ao Parlamento e ao Portão de Brandemburgo (Clique aqui para ler mais sobre o Meininger). O albergue é muito bem estruturado, limpo, com bons serviços e tem um preço justo. Além disso tem uma cozinha onde você pode fazer seus pratos e economizar uma grana, é ótimo para conhecer pessoas, seja na cozinha ou no grande salão de Happy Hour, enquanto bebe umas cervejas, como você pode conferir nas fotos e vídeos abaixo. No entanto não abuse para não tomar uma reclamação em alemão (aconteceu conosco e você pode ver em um dos vídeos ahahah).

Esse e outros albergues e hotéis você encontra com os melhores preços na parceria do Booking com A Riqueza de Viajar, buscando no quadro abaixo:

Booking.com


Galera gente boa tomando umas no Albergue Meininger em Berlim
Galera gente boa no albergue

Disputa de trava-língua no albergue Mexicanos X Brasileiros:



Fazendo barulho no albergue até tomar reclamação:



Andando pelo metrô e lugares públicos:

Em Berlim há duas gangues que dominam e tocam o terror em toda a cidade: Ausgang e Eingang. É preciso tomar muito cuidado com elas! Nos metrôs e alguns lugares públicos você verá placas indicando onde estas gangues costumam fazer seus atos de vandalismo, e por vezes indicações marcando Ausgang e Eingang, o que indica frequentes confrontos entre as duas.

Na verdade, essas gangues não existem, e foi apenas uma das muitas estórias mirabolantes que criamos por causa da grande diferença da língua alemã com o português. Berlim é uma cidade muito segura, e essas palavras significam simplesmente Entrada e Saída.

Onde sair:

Berlim está cheia de boates. A maioria delas toca música eletrônica. A mais conhecida delas é a Kit Kat, embora não tenhamos ido porque não a encontramos. =P

Em Berlim Oriental (parte da cidade que pertencia à Alemanha Oriental durante a guerra fria) podemos encontrar muitas boates com decoração underground. Fomos em uma dessas num desses dias, e, chegando lá havia muitas loiras alemãs dançando loucamente, anões ficando com 2 mulheres ao mesmo tempo, vários ambientes com diferentes músicas e luzes. Alguns de nós pensaram: "É Hoje!", só que não. Esse foi o maior zero a zero coletivo da história das viagens. Outra dica: Não tente dançar Forró com música eletrônica, não funciona!

Como fomos no final do ano, tivemos também a oportunidade de conhecer a sensacional festa de Réveillon de Berlim, mas farei um post especial para isso. (Clique aqui para ler o post sobre o Réveillon).

Há também uma grande quantidade de bares muito agradáveis, com estilos desde o underground, rústicos ou sofisticados.

As cervejas alemãs, embora não sejam as minhas preferidas (clique aqui para conhecer um pouco sobre minhas cervejas preferidas), são muito boas e você deve tentar experimentar várias. Destaque para a Erdinger, Paulaner e Berliner.

Foi num desses bares que tomei a melhor caipirinha de minha vida (por incrível que pareça), eles colocavam mel também, e ficava muito boa!

Fato interessante que aconteceu nesse bar foi quando estávamos numa mesa, quase todos brasileiros, e havia também um amigo alemão que falava português muito bem, quando passou uma loira linda e todos os brasileiros ficaram de queixo caído, enquanto o alemão não deu muita importância. Quando perguntamos se ele não tinha a achado bonita, ele respondeu "Nãaaaaao, ela é loira", se referindo à sua preferência por morenas. Isso me fez pensar em como nós humanos costumamos nos atrair pelas diferenças, pelo que há em pouca quantidade onde moramos.

Provando cervejas alemãs num bar em Berlim
Tomando cerveja alemã


Bar com ótima caipirinha em Berlim
Melhor caipirinha de todos os tempos
Seguro Viagem

Na Europa, países signatários do acordo Schengen exigem seguro com cobertura mínima de 30 mil euros para qualquer viajante. São eles: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Holanda, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça.

No banner abaixo, disponibilizamos um comparador de Seguros da Real Seguros, através dele, você pode comparar o custo e os itens cobertos de várias seguradoras diferentes. (Ou clique aqui para ler nosso post sobre seguro viagem)




Lugares para conhecer:

Há muitos pontos turísticos legais para conhecer em Berlim. Aqui vou destacar os principais.

Parlamento (Reichstag):

O palácio de 1894, passou por um grande incêndio em 1933, o que provocou a suspensão da maioria dos direitos humanos garantidos em constituição naquele ano. Durante a segunda guerra mundial foi bombardeado pelos aliados e reconstruído anos mais tarde, voltando a ser sede do parlamento em 1999.

Parlamento alemão, Reichstag, Berlim
Ok, vocês queriam ver o parlamento, mas essa foto não ficou massa? =P

Parlamento alemão
O legal dessa foto é que há pessoas tirando a mesma foto
em diversos níveis de profundidade

Postdam:

Postdam está para Berlim, assim como Versailles está para Paris. Lá há o palácio de Sanssouci, onde morava o rei da antiga Prússia. A cidade fica na região metropolitana de Berlim, e você pode ir até lá de trem.

A região do palácio está cheia de esculturas e parques, e apesar de não ser tão bonito quanto o palácio de Versailles, há coisas interessantes.

Lago congelado em Postdam
Lago congelado em Postdam

Palácio de Sanssouci em Postdam, próximo a Berlim, Alemanha
Palácio de Sanssouci

Palácio de Sanssouci em Postdam, próximo a Berlim, Alemanha
Palácio de Sanssouci

Palácio de Sanssouci em Postdam, próximo a Berlim, Alemanha
Palácio de Sanssouci

Palácio em Postdam, próximo a Berlim, Alemanha
Algum outro palácio em Postdam


Muro de Berlim:

Quem nasceu no início dos anos 80 ou antes, deve se lembrar da queda do muro de Berlim e a sua importância na história. Milhares de jornalistas foram ao local para cobrir o fato, enquanto milhões de pessoas observavam e discutiam sobre as implicações posteriores que isso teria no mundo.

Em Berlim você ainda pode encontrar pedaços do muro preservados em alguns lugares da cidade e se sentir próximo dessa história tão importante.

Pedaços do Muro de Berlim
Pedaços do Muro de Berlim

A marca no chão indica onde passava o Muro de Berlim
A marca no chão indica onde passava o Muro de Berlim

Campo de concentração de Sachsenhausen:

Uma das visitas com sentimento mais estranho que já fiz foi a do campo de Sachsenhausen. Ver o local onde tantas pessoas eram maltratadas e mortas, e ouvir todas as histórias traz uma sensação difícil de explicar ao ver até que ponto pode ir a maldade humana. No entanto acho importante conhecer lugares como esse, para ver de perto a história. Todos que podem deveriam fazê-lo, para evitar que coisas ruins se repitam.

O Campo de Concentração fica muito próximo a Berlim e você pode ir de trem.

Muro de entrada do Campo de concentração de Sachsenhausen
Entrada do Campo de Concentração

Muro e uma das torres do Campo de concentração de Sachsenhausen
Muro e uma das torres

Portão do Campo de concentração de Sachsenhausen. A inscrição no portão significa "O Trabalho Liberta".
Portão Principal. A inscrição no portão significa "O Trabalho Liberta".

Muro e aviso do Campo de concentração de Sachsenhausen
Aviso no campo de concentração:
O guia nos explicou que um prisioneiro que passasse desse ponto seria morto
por um soldado em uma das torres. O soldado que matasse o prisioneiro com
apenas uma bala, ganhava uma medalha pela eficiência e economia de balas.

Outros lugares legais:

Checkpoint Charlie
Checkpoint Charlie

Portão de Brandemburgo
Portão de Brandemburgo

Memorial Judeu
Memorial Judeu

Memorial Soviético
Memorial Soviético

Berliner Dom, a Catedral de Berlim
Berliner Dom, a Catedral de Berlim

Igreja Kaiser-Wilhelm-Gedächtniskirche. Essa igreja foi bombardeada durante a segunda guerra mundial e preservada com o telhado destruído.
Igreja Kaiser-Wilhelm-Gedächtniskirche.
Essa igreja foi bombardeada durante a segunda guerra mundial
e preservada com o telhado destruído.

Posts Relacionados:

Eurotrip - Primeira Vez na Europa - Vai viajar para a Europa pela primeira vez? Veja nosso roteiro com as cidades fundamentais!
Munique - Com Oktoberfest e tudo mais!
Viena - Outro lugar 'lindo que também fala alemão.

Conheça e curta nossa página no facebook e fique sempre por dentro das novidades:
A Riqueza de Viajar (Clique para conhecer)

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Sou louca para conhecer Berlin!!! Pretendo ir em breve!

    ResponderExcluir
  2. posso usar uma foto tua no meu blog? ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ellen,
      Desde que com os devidos créditos e link para o post aqui do "A Riqueza de Viajar" pode sim :)

      Excluir
  3. Ansiosaaaa..estou indo conhecer mês que vem!! Seu blog me ajuda muito, tem aqui todos os lugares que vou visitar! Parabéns!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...