Facebook Scripts

adSense

domingo, 29 de janeiro de 2017

Budapeste - Hungria

Conhecida como “Pérola do Danúbio”, a cidade de Budapeste é considerada uma das mais bonitas da Europa e um dos principais destinos turísticos do continente. Uma cidade cheia de encantos e história, com paisagens deslumbrantes e muita cultura. Impossível não se encantar com a beleza do Rio Danúbio, que divide a cidade em lado Buda, o mais antigo, e o lado Peste.


Rio Danúbio, com o Parlamento e a Ponte das Correntes
Este post foi escrito por um grande amigo, Felipe, que fez uma viagem incrível pelo Leste Europeu, passando por várias cidades sensacionais, e escreveu alguns ótimos posts para o Blog contando sua experiência e dando ótimas dicas para quem pretende viajar para lá. Confiram!


Onde ficar

Uma excelente alternativa para conhecer Budapeste e gastar pouco com hospedagem é ficar em albergue. Recomendo o Wombat’s Budapest, que é muito bem localizado, próximo a muitos bares e restaurantes, mercados, casas de câmbio, ao lado de uma estação de metrô (Deák Ferenc Tér) e a uma curta caminhada de todos os pontos turísticos. O albergue conta com um bar, quartos coletivos e privativos, lavanderia e cozinha toda equipada para preparar sua própria comida. Além de uma equipe que te ajuda com muita informação e dicas.

Clique aqui para conhecer o Wombat's Budapest.



O que comer e onde comer

Para os que buscam uma viagem gastronômica, Budapeste é obrigatória em seu roteiro. Acho que o ingrediente mais utilizado na culinária húngara é a páprica, nas versões doce e picante. Por ser tão apreciada, é vendida até como souvenir.

Os melhores pratos que provei lá incluem Gulyás (Ou Goulash, é uma espécie de ensopado de carne), Galuska (Ou Noodles, são umas bolinhas feitas de farinha e ovo e geralmente servem como acompanhamento para uma carne), Frango ou carne ao molho de páprica.

Para quem quer apenas um lanche, experimente o Lángos, que é uma espécie de pão frito, coberto com sour cream e queijo. Também encontrei umas variações do Lángos, que não são fritas e são recheadas com carne ou linguiça, mas não lembro o nome. Já como opção doce, tem o Kürtőskalács, que é uma massa em forma de cilindro e assada na brasa, coberto com açúcar e nozes, canela, cacau ou baunilha.

Recomendo muito o restaurante Frici Papa Kifõzdéje, que fica na rua do Wombats, para comida húngara. É um restaurante frequentado por locais, não vi nenhum turista, e os pratos são grandes, muito gostosos e baratos. Os pratos custam metade do preço dos pratos que vi nos restaurantes turísticos. Vale muito a pena.

Gulyás e outras comidinhas

Pratos típicos


Seguro Viagem

Na Europa, países signatários do acordo Schengen exigem seguro com cobertura mínima de 30 mil euros para qualquer viajante. São eles: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Holanda, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça.

No banner abaixo, disponibilizamos um comparador de Seguros da Real Seguros, através dele, você pode comparar o custo e os itens cobertos de várias seguradoras diferentes. (Ou clique aqui para ler nosso post sobre seguro viagem)




O que conhecer

Apesar de ser a sexta maior cidade da União Europeia, a região turística é bem concentrada e você pode conhecer tudo andando. Acredito que três dias são suficientes para conhecer todos os principais atrativos. Abaixo estão alguns que considero indispensáveis:

Parlamento húngaro (Parliament)

Construído durante o período de 1885 a 1902, é o maior parlamento da Europa. É possível realizar uma curta e interessante visita ao interior do parlamento, passando por alguns salões e pela sala da Santa Coroa da Hungria (Coroa de Santo Estevão). A visita é guiada e pode ser realizada em várias línguas, como espanhol e inglês. É importante comprar com antecedência, pois em alguns períodos esgota muito rápido.

Parlamento à beira do Rio Danúbio

Interior do Parlamento

Sapatos no Danúbio (Shoes on the Danube Bank)

Localizado próximo ao Parlamento e as margens do Rio Danúbio, é um memorial em homenagem aos judeus húngaros que foram mortos pelo Partido da Cruz Flechada. São alguns sapatos esculpidos em ferro que estão na borda do rio, local onde os judeus eram baleados para que seus corpos caíssem no rio e fossem levados pelas águas. Antes de serem alvejados, era ordenado que retirassem seus sapatos, pois era um item valioso para a época.

Sapatos

Casa do terror (House of terror)

Localizado na Avenida Andrássy, onde funcionou o quartel general do partido nazista húngaro e a sede da polícia secreta dos governos nazistas e comunistas, hoje funciona o museu e memorial, que conta a história da época e homenageia suas vítimas.


Parque da cidade (City park)

É um imenso parque, repleto de áreas verdes, um lago, zoológico, museu, Castelo Vajdahunyad , casa de banhos termais Széchenyi e um restaurante. É uma excelente opção para passar uma tarde, especialmente se tiver com crianças. Fica colado com a praça dos heróis e tem uma estação de metrô que sai dentro do parque. A casa de banho Széchenyi é uma das maiores do Mundo e vale uma visita.

Casa de Banho Széchenyi

Mercado central (Central Market hall)

O mais antigo mercado da cidade. É um local onde você encontra restaurantes para provar comida típica da Hungria, lojas de souvenirs, roupas, frutas, verduras e muitas outras coisas.

Mercado

Castelo de Buda (Buda castle)

É possível acessar a região do castelo através do Funicular, que é pago ou você pode andar alguns metros e subir grátis pela escada rolante. Na colina do castelo, você encontrará uma série de construções antigas, como o Palácio Real, Museu de História de Budapeste, Galeria Nacional Húngara, Igreja Matias, Bastião dos Pescadores, Câmara do Drácula, entre outras. De lá também se terá uma grande vista da cidade e do Danúbio, encontrará ótimos restaurantes, e muitas lojas para comprar souvenirs. Foi o local onde consegui os melhores preços.

Castelo de Buda

Castelo de Buda

Câmara do Drácula (Dracula’s Chamber)

Uma das atrações mais imperdíveis na região do Castelo de Buda é o labirinto onde o Príncipe Vlad Tepes III, que inspirou o Conde Drácula, ficou preso por 12 anos. No local existe um túmulo que as histórias locais dizem que estão enterrados os seus restos, mas ninguém sabe afirmar se é verdade.

O labirinto foi formado por causa da erosão e tem mais de 10 km, sendo apenas 1,5 km abertos ao público. O local já serviu como adega, teve fins militares e abrigo durante a segunda guerra. Para visitar o local, é necessário um pouco de coragem. O labirinto quase não tem iluminação, e em alguns pontos não possui nenhuma, você não consegue enxergar nada, além de uma fumaça e uma música ambiente que criam um clima sombrio. Fique atento a entrada pois não possui nenhuma sinalização e é bem escondida.

Câmara do Drácula

Visite também a Basílica de Santo Estevão (St. Stephen basilica), a Grande Sinagoga, Igreja na caverna (Cave church), Ponte das correntes (Chain bridge), Praça dos heróis (Heroes square), Igreja Matias (Matthias church) e Bastião dos Pescadores (Fisherman’s bastion).

Ponte das Correntes

Dicas úteis

Quase todas as casas de câmbio cobram taxas. As que não cobram possuem uma taxa muito ruim, não vale a pena. Pesquise bastante a cotação e as taxas antes de realizar a sua troca. Recomendo o câmbio IBLA, fica próximo ao Wombats;

Se for viajar de ônibus, pesquise os locais de saída e chegada, pois nem todos os locais possuem rodoviárias e funcionam 24h, a maioria fecha após as 22h;

Para ir ou voltar do aeroporto, prefira o transporte público. É possível comprar um ticket combo, que inclui um ticket para a linha 200E de ônibus que vai do aeroporto até a estação de metrô e um ticket de metrô que você pode utilizar para ir a qualquer ponto da cidade. Esse combo sai muito mais barato que comprar separadamente ou usar outro meio de transporte;

Não deixe de provar o sorvete da Gelarto Rosa, fica ao lado da Basílica de Santo Estevão. Eles montam o sorvete no formato de uma flor.


Gostou do post? Compartilhe este post com seus amigos! Convide-os para uma bela Eurotrip!

Curta também nossa página Facebook e esteja sempre por dentro dos melhores roteiros e dicas de viagem:
A Riqueza de Viajar (Clique para conhecer)



Confira também os posts relacionados

Eurotrip - Primeira Vez na Europa - Nunca foi à Europa e quer primeiro conhecer as cidades do roteiro mais tradicional? Confira essas dicas!
Praga - Cidade mais famosa do Leste Europeu. Não pode faltar na sua Eurotrip.
Paris - Essa é a cidade mais visitada do mundo. Se você ainda não foi. Vá!


Navegue um pouco por nosso índice que certamente você vai encontrar a cidade que procura ou alguma história divertida para relaxar ;)
Índice de Posts com Roteiros, várias cidades e muito mais



Mais algumas fotos:

Bastião dos Pescadores

Gelarto Rosa

Igreja Matias

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...