Facebook Scripts

domingo, 13 de outubro de 2019

Cusco: Roteiro de 5 a 7 dias

Cusco era a capital do Império Inca e deixou os espanhóis impressionados quando chegaram. Ela é, provavelmente, a cidade mais espetacular do Peru e fica pertinho de outro lugar incrível, Machu Picchu. Através dela, você também acessa a incrível Rainbow Mountain.

Os peruanos são muito amáveis e atenciosos. O serviço é ótimo na maioria dos lugares. Tive a impressão de que estão muito mais preparados para o turismo que o Brasil.

Este post contém um roteiro pronto para 5 a 7 dias em Cusco, com todas as dicas que você pode precisar. Se você quiser passar mais tempo, tenha certeza que não vão faltar atrações.

Esta viagem que fizemos fez parte de um Roteiro de 19 dias que fizemos por Peru, Bolívia e Chile. Você pode saber mais detalhes sobre esse roteiro clicando aqui.

Plaza de Armas de Cusco - Peru
Plaza de Armas de Cusco

O vídeo abaixo contém um resumo do que fazer em Cusco. Em seguida, os textos, separados por tópicos, apresentam mais detalhes.

Lembre-se: se gostar do vídeo, siga a gente no YouTube e veja os outros vídeos do canal =) (tem muitos outros vídeos sobre o Peru, Bolívia e Chile).



Um pouco de História

Cusco é a antiga capital do império inca, e em quechua, língua de seu povo nativo, significa umbigo do Mundo. Acredita-se que Cusco é habitada há mais de 3 mil anos, mas foi durante o governo Inca de Pachacuti, que a cidade cresceu em importância, se tornando um centro espiritual e político. Pachacuti e o seu filho Túpac Yupanqui dedicaram-se durante 5 décadas à organização do império, à sua expansão e ao uso da política como ferramenta de estabilidade com relação a povos rivais. No seu auge, o império Inca ia da região onde hoje está Quito, no Equador, até a região onde hoje está o norte do Chile.

O mapa antigo da cidade, que acredita-se ser projeto de Pachacuti, tinha a forma de um Puma, com a Praça Central, Haucaypata, hoje Plaza de Armas na posição do peito do animal. A cabeça do felino estaria localizada na colina onde está a fortaleza de Sacsayhuaman.

O conquistador espanhol Francisco Pizarro invadiu e saqueou a cidade. A maioria dos edifícios incas foi destruída a mando do governo espanhol, com apoio de igrejas cristãs. Em alguns casos, eles mantiveram a base, por causa da resistência destas a terremotos, e ergueram outras sobre. Um exemplo é o Convento de Santo Domingo, que foi construído sobre o Templo do Sol (ou Coricancha, que significa "recinto de ouro" em Quechua, idioma oficial dos incas). No terremoto de 1950, esta foi destruída, enquanto as bases de largas paredes de pedra incas permaneceram intactas. O mesmo aconteceu com outras construções.


Como chegar

A melhor forma de chegar em Cusco é de avião, a partir de Lima. Um buscador que eu gosto muito é o SkyScanner. Sem dúvidas é o buscador onde se encontram as passagens mais baratas e quase sempre são mais baratas até do que o próprio site da companhia aérea. (Link da Skyscanner).

Em Cusco, nós conhecemos um motorista de Uber muito simpático e atencioso, que acabou virando nosso motorista oficial por lá. Ele é bastante pontual e faz bons preços entrando em contato diretamente pelo whatsapp dele: +519 44155704.


Onde ficar

Antes de falar sobre o bom hotel que ficamos, é preciso falar sobre onde não ficar. É que o primeiro hotel que havíamos reservado, o Old Town Hostal, num primeiro momento nos causou uma série de transtornos, com um amadorismo e falta de atenção sem tamanho.

Eu tinha combinado com o dono que chegaríamos em Cusco às 12h, e que tinha um Tour às 13h30. Aparentemente estava tudo certo. Para a minha surpresa, ao chegar no hotel, pouco antes de 12h30, não havia ninguém. Tocamos repetidamente a campainha e ninguém atendia. Entrei em contato com ele, e ele demorou muito tempo para responder o Whatsapp. Quando respondeu, disse que estava almoçando e que ia enviar alguém. Quando esse alguém chegou, praticamente junto com a moça do Tour, às 13h30, ele não tinha a chave do hotel, e apenas se disponibilizou a cuidar das malas até que o dono do hotel aparecesse. Fomos obrigados a sair deixando a mala lá, do lado de fora.

Quando voltamos do Tour, à noite, fomos direto para um restaurante, afinal, não tínhamos nem almoçado durante o dia. Eis que o dono me telefona durante o jantar, bastante impaciente, porque não havíamos ainda buscado a chave, e ele tinha que sair do hotel. Mas nós só não tínhamos a chave porque ele não tinha entregado mais cedo, no horário combinado. Eu disse que eu não podia sair do jantar naquele momento, e ele então foi me entregar a chave do hotel e do quarto no restaurante onde eu estava.

Ao chegar no hotel, muito cansados, tudo que precisávamos era de um banho. No entanto não havia toalha, e o banheiro estava sem água. Mandei-lhe uma mensagem avisando, e ele me respondeu que em 20 minutos estaria no hotel. Passada 1h30, não havia nem sinal dele. Tentei telefonar e ele simplesmente não respondia. Já era quase meia noite e, dada a enorme falta de respeito com os hóspedes e tendo outro tour no outro dia de manhã cedo, decidimos sair imediatamente daquele hotel e procurar um outro. Enfim, não recomendo o Old Town Hostal.

O hotel que ficamos em definitivo foi o Hostal El Peregrino. Esse sim muito bom, com um pessoal atencioso, recepção 24h, e localização excelente, colado na Plaza de Armas. O quarto era pequeno, mas bastante confortável e com um preço justo.

Clique aqui para conhecer o Hostal El Peregrino

Quarto do hotel


Onde comer

Como a maioria dos tours que fizemos ofereciam almoço incluso, acabamos comendo somente em dois lugares, ambos muito bons.

Aconselhamos comer carne de alpaca, os diferentes tipos de milhos peruanos, ceviches, e muitas outras delícias da culinária peruana.

Num dos dias, jantamos no excelente (e gourmet) restaurante Cicciolina. É aconselhável fazer reserva antes. O restaurante é um pouco caro, e não vem tanta comida nos pratos, aquele esquema bem gourmet mesmo.

Em outro dia jantamos no Morena Peruvian. A comida e atendimento são ótimos e o preço não é tão caro. Não tínhamos reservado, mas pegamos uma fila de cerca de meia hora para conseguir uma mesa.

Prato do Cicciolina

Prato do Cicciolina

Ceviche no Morena Peruvian

Prato do Morena Peruvian


Ingressos das atrações

Para a maioria das atrações é preciso comprar um ingresso da entrada dos parques, vendido pelo governo peruano e não incluso no preço dos passeios pela agência turística. Não vale a pena comprar o ingresso para uma atração individualmente. Peça o ingresso que vale para 16 atrações e pode ser usado em até 10 dias. Esse ingresso custa 130 soles.

Ingresso para as atrações de Cusco e região


O que fazer - Roteiro dia a dia

Antes de contar um pouco sobre cada lugar, é sempre bom ter uma visão geral, e um mapa ajuda muito nessa tarefa.

Abaixo, há um mapa interativo com os locais sugeridos para visitar (você pode dar zoom e clicar nos itens marcados), com os pontos sugeridos para visita com uma cor para cada dia. No mapa também estão marcados o hotel onde ficamos e as sugestões de lugares para comer que já mencionamos, com os seus ícones correspondentes.

Todos os nossos Tours foram feitos pela Fabulous Peru Tours.

Importante:

Minha sugestão é que você reserve 4 ou mais noites em Cusco, arrume uma mochila e vá para Machu Picchu, deixando as malas no seu Hotel em Cusco. Reserve 1 ou 2 noites em Águas Calientes (também conhecida como Machu Picchu Pueblo) e depois volte e passe mais 1 noite em Cusco.




Dia 1 - Vermelho no Mapa

Cusco tem uma altitude de 3400 metros, então, minha recomendação é que você use o dia de chegada para caminhar tranquilamente pela cidade, sem grandes compromissos, e sem comer nada pesado, para ajudar o seu corpo a se adaptar à altitude, principalmente se você estiver vindo de uma cidade mais baixa, como Lima, ou qualquer uma do Brasil. Você pode usar este dia para conhecer alguns lugares especiais como a Pedra de 12 ângulos ou museus de seu interesse.

Negligenciar isso pode te causar o que eles chamam de soroche, um mal estar causado pela altitude que pode te deixar com dor de cabeça, náuseas e dores nas articulações. Você se sente como se estivesse doente, e dependendo do grau, isso pode levar alguns dias. Então não negligencie, se cuide! As dicas para evitar isso são: beber bastante água, tomar chá de coca pela manhã (evite à noite, pois pode dar insônia), mascar folha de coca e tomar um comprimido chamado Soroche Pills (um por dia, nos primeiros dias na altitude, logo antes de fazer os passeios, apenas enquanto não estiver aclimatado. Se você não sentir mais sintomas da altitude, não precisa tomar mais).

A partir do segundo dia, você pode começar a fazer tours e atividades um pouco mais cansativas.

Rua com base do Muro Inca

Pedra de 12 ângulos

Rua típica de Cusco

Dia 2 - City Tour - Verde no Mapa

Nós fizemos o City Tour da Fabulous Peru Tour e adoramos. Os passeios são feitos sempre em grupos pequenos, dá para aproveitar muito melhor. O guia foi Jack, e ele nos explicou de forma muito didática os fascinantes detalhes da história inca e espanhola.

O City Tour começa na Plaza de Armas, onde visitamos a suntuosa Catedral e o impresionante Templo do Sol, ou Coricancha, onde os espanhóis construíram o Convento de Santo Domingo por cima do antigo templo Inca, mantendo a sua resistente base.

Depois fomos a lugares no entorno de Cusco, como templos, fortalezas, mercados, lugares de descanso e outros (Kenko, Tambomachay, Puka Pukara e Sacsayhuaman) . O mais impressionante foi a fortaleza de Sacsayhuaman, construída estrategicamente sobre uma colina e com vista para Cusco. Suas pedras chegavam a pesar mais de 350 toneladas, e eram talhadas e unidas com uma precisão espantosa. No meio de muros como esse é comum ver desenhos de animais. Até hoje não se sabe ao certo como eles fizeram tais construções, somente que os incas eram grandes engenheiros calculistas. Suas construções sempre foram muito mais resistentes a terremotos que as espanholas.

Plaza de Armas

Monumento ao Inca

Catedral de Cusco

Convento de Santo Domingo - Antigo Templo do Sol, ou Coricancha
Convento de Santo Domingo - Antigo Templo do Sol, ou Coricancha

Paredes Incas no Convento de Santo Domingo

Jardim Sagrado
Sacsayhuaman

Pata de um Puma, na parede de Sacsayhuaman

Sacsayhuaman

Sacsayhuaman

Kenko

Puka Pukara

Tambomachay


Dia 3 - Vale Sagrado dos Incas - Amarelo no Mapa

Este passeio dura o dia inteiro e tem almoço incluído. Nele, visitamos antigas cidades dessa impresionante civilização.

O Tour mais uma vez foi feito pela Fabulous Peru Tour e não poderia ser diferente já que o City Tour do dia anterior tinha sido muito bom. Os passeios são feitos sempre em grupos pequenos, e faz uma grande diferença. Eles são muito organizados, profissionais e pontuais.

O passeio começa nas ruínas de Pisac com o seu curioso terraço agrícola e suas formas circulares. Na cidade é possível identificar o bairro nos militares, o bairro dos agricultores e o bairro dos astrônomos, todos com suas casas praticamente intactas. Os incas tinham uma tecnologia de cálculo estrutural  avançadíssima, e suas construções resistem, até hoje, a terremotos. O lugar também possui um enigmático cemitério. Ainda na região, conhecemos logo em seguida um mercado local, com peças de prata e artesanato mais baratas que em Cusco.

Almoçamos num delicioso buffet livre com apresentação de música andina ao vivo. Logo em seguida fomos à incrível cidade de Ollantaytambo, com sua fortaleza e impresionante tecnologia para transportar água vinda de pontos muito distantes. Inclusive com um templo dedicado à água. Na montanha em frente, é possível ver várias intervenções dos incas, como um grande rosto esculpido nas alturas. É a única cidade da era Inca que nunca deixou de ser habitada.

Algumas pessoas no tour, com menos dias disponíveis, pedem para ficar em Ollantaytambo com suas mochilas, para dali partir de trem para Machu Picchu no dia seguinte. Ollantaytambo está na metade do caminho entre Cusco e Machu Picchu.

O passeio termina na pitoresca aldeia de Chinchero, onde diversas construções espanholas foram erguidas sobre as incas.

Pisac

Pisac

Ollantaytambo

Ollantaytambo

Templo da Água, em Ollantaytambo

Ollantaytambo

Uma das belas paisagens vistas no Tour

Chinchero

Chinchero

Dias 4 e 5 - Opcionais

Essas dicas valem para quem optar por fazer roteiros de 6 ou 7 dias, ou mesmo mais que isso. São tours que não são os principais de Cusco, mas também são muito interessantes. Não tendo tantos dias disponíveis, opte pelos que achar mais interessantes. Cada tour dura um dia inteiro:

Moray - Maras Salineras: Maras é uma mina de sal que é explorada desde dos tempos pré-incas por um antigo sistema de evaporação de água salgada. As ruínas arqueológicos de Moray possuem plataformas na forma de anéis concêntricos onde cada círculo inclui um terraço que se sobrepõe a outro, formando círculos que se expandem. Para os estudiosos, Moray foi possivelmente um centro de pesquisa agrícola inca onde experimentos de colheita foram realizados em diferentes alturas. O desenho de suas plataformas produz um gradiente de microclimas com o centro das plataformas circulares concêntricas tendo uma temperatura mais alta e diminuindo gradualmente para o exterior com temperaturas mais baixas, podendo dessa forma chegar a até 20 diferentes tipos de microclimas nesse local.

Lagoa Humantay: A subida de Soraypampa até a Lagoa Humantay dura aproximadamente uma hora e meia. A caminhada é considerada entre um nível fácil e moderado, mas todo o esforço será recompensado com uma visão mágica da lagoa.

Vale do Sul - Tipon, Piquillacta, Andahuaylillas: Tipón é um dos exemplos mais elaborados de terraços agrícolas e de irrigação aquedutos criados pelos Incas. Pikillacta é o único sítio pré-Inca na área de Cusco. Em Andahuaylillas está a Capela de Andahuaylillas, uma igreja que abriga altares de ouro, pinturas e muitos telhados coloridos.

Lagoa Humantay

Tipon

Moray

Último dia antes de Machu Picchu - Rainbow Mountain

Reserve o último dia em Cusco para fazer o passeio à Rainbow Mountain. É importante que esse passeio seja no último dia porque a Montanha fica a 5200 m de altitude, e você precisa estar bem acostumado.

Como tem muita coisa para falar sobre a Rainbow Mountain, fizemos um post inteiro dedicado a ela:

Clique aqui para ler o post completo sobre a Rainbow Mountain


1 ou 2 dias em Machu Picchu

Nós fomos de Cusco a Machu Picchu no trem Vistadome da Peru Rail, que tem grandes janelas de vidro, inclusive no teto. No caminho é possível apreciar impresionantes paisagens com rios e montanhas, e inclusive um hotel cravado na rocha a muitos metros de altura. O atendimento no trem também é excelente, e tem lanchinho e bebida. Na maioria dos trens não dá para levar grandes bagagens, então deixe sua mala no hotel em Cusco e leve apenas uma mochila.

Clique aqui para ler o post sobre Machu Picchu


Último dia em Cusco - Na volta de Machu Picchu

Volte para Cusco para passar mais uma noite, pegar suas malas e descansar um pouco. No dia seguinte você já pode partir para o seu próximo destino. No nosso caso, saímos de Cusco através da Rota do Sol.


Roupas adequadas

Numa viagem como essa é muito importante utilizar as roupas corretas. Na Rainbow Mountain tem muito vento e faz bastante frio. Você vai precisar de casacos corta-vento, sobrepele, gorro, luvas e outros itens importantes. Não esqueça também de ter um bom sapato para trilha. Outros itens que podem ser úteis são mochilas, cantil, etc. Dois lugares que são muito bons para comprar esses tipos de itens são a Centauro e a Decathlon. Dá para comprar tudo pela internet e, em muitas situações, eles têm frete grátis.

Clique aqui para buscar esses produtos na Centauro

Clique aqui para buscar esses produtos na Decathlon


Seguro Viagem

A gente nunca vai para uma viagem pensando em passar por algum problema, mas é extremamente importante estar protegido contra eventuais acidentes, doenças etc. Altitude é coisa séria e não dá para negligenciar.

Eu sempre compro o Seguro Viagem pela Real Seguros que tem um comparador de Seguros bem bacana que ajuda a encontrar o mais barato e que melhor me atende.

Acessando pelo link abaixo, você recebe 10% de desconto na compra de qualquer seguro viagem:

Clique aqui para acessar o buscador da Real Seguro Viagem com 10% de desconto


Viaje conectado

Hoje em dia, estar conectado é uma mão na roda e nos ajuda em muita coisa. Nas viagens ao exterior não poderia ser diferente: Poder usar GPS e não se perder, pesquisar sobre transporte público na cidade, pesquisar sobre o que fazer e comprar ingressos para atrações, pedir táxi ou Uber por aplicativo e, claro, postar as suas fotos nas redes sociais e contar as novidades para a sua família e os seus amigos.

Pensando nisso tudo, nós conseguimos fazer uma boa parceria de chips para Smart Phones com a Viaje Conectado, da Yes Brasil, a maior empresa brasileira de venda de chips de celulares no exterior. Eles têm chips para quase todos os países e o mesmo chip pode funcionar em vários países, você não precisa comprar um chip para cada país. Colocando o Cupom ARIQUEZADEVIAJAR10, você tem 10% de desconto em qualquer chip e eles ainda entregam na sua casa, no Brasil, para você já chegar lá usando.

Clique aqui para ver as opções de chip que eles oferecem


Gostou do post? Conheça e curta nossa página no Facebook e fique sempre por dentro das novidades:
A Riqueza de Viajar (Clique para conhecer)


Siga-nos também no Instagram: @ariquezadeviajar e no nosso canal no YouTube


Posts relacionados

Roteiro de 19 dias por Peru, Bolívia e Chile
Lima
Rainbow Mountain
Machu Picchu
Rota do Sol (de Cusco a Puno)


Todos os Posts sobre o Peru
Todos os Posts com Vídeos
Veja o nosso índice de Posts

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário