Facebook Scripts

adSense

domingo, 26 de março de 2017

Étretat - França

Talvez você nunca tenha ouvido falar em Étretat, mas provavelmente já viu em algum lugar fotos de suas belas falésias, umas das mais bonitas do mundo.

sábado, 18 de março de 2017

Zagreb e os incríveis Lagos Plitvice - Croácia

Pouco explorada pelos viajantes, a capital da Croácia geralmente é subestimada e só faz parte dos roteiros para ser utilizada como base para visitar os Lagos Plitvice, que são uma das principais atrações da Croácia. Confesso que ao montar meu roteiro pensei em excluir Zagreb para encaixar outra cidade, mas como já passaria por lá para visitar os lagos, resolvi deixar um dia e meio para explorar e não me arrependi.

Apesar de ser a maior cidade da Croácia, é uma cidade pequena e com poucas atrações turísticas, mas repleta de museus e muitas atividades culturais. Se gostar desse tipo de turismo, reserve um pouco mais de tempo para conhecer um maior número de museus.

Reserve um dia inteiro para conhecer o Parque Nacional dos Lagos Plitvice. É recomendado chegar cedo para poder aproveitar bastante as belezas naturais desse lugar incrível e conseguir fazer o percurso maior (18,3 km, aproximadamente 8 horas), conhecendo todo o parque. O lugar é repleto de cenários lindos e você se encantará com o lugar considerado o mais bonito da Croácia.

Parque Nacional dos Lagos Plitvice
Este post foi escrito por um grande amigo, Felipe, que fez uma viagem incrível pelo Leste Europeu, passando por várias cidades sensacionais, e escreveu alguns ótimos posts para o Blog contando sua experiência e dando ótimas dicas para quem pretende viajar para lá. Confiram!


Onde ficar

Uma boa sugestão para encontrar hospedagens boas e baratas, é procurar um hostel (albergue). Nunca recomendo hotéis por serem mais caros e provavelmente você só vai estar lá para dormir. Sem contar que geralmente o atendimento e localização dos albergues são muito melhores.

Em Zagreb, optei pelo hostel Funk Lounge. O albergue é muito confortável e a equipe é ótima. No local há um restaurante onde é servido café da manhã, almoço e jantar, tudo pago por fora, e a noite funciona como um bar. A localização é boa, fica ao lado de 3 mercados, casa de câmbio e ponto do tram. É possível ir andando até o centro histórico, mas é uma caminhada de pelo menos 20 minutos. De tram, é bem próximo da rodoviária, estação de trem e centro histórico.

Clique aqui para conhecer o Funk Lounge Hostel



O que comer e onde comer

Depois de algum tempo viajando pelo Leste Europeu, você percebe que a comida é praticamente a mesma na maioria dos lugares. Aqueles mesmos pratos que você já provou e você pode repetir ou comer algo que não é típico da região. Foi o que aconteceu comigo em Zagreb, optei por massas e pizzas.

No almoço, conheci o Restaurante Nokturno, que fica próximo ao Mercado Dolac. Fica em uma ruazinha de pedestres que só tem restaurantes e lojinhas. É uma ladeira e as mesas são montadas no meio da rua. O local é bem aconchegante, o atendimento ótimo e a melhor coisa, a comida é deliciosa, bem farta e com um ótimo preço. Para o café da manhã e jantar, optei por comer no restaurante do hostel. Comi pizza no jantar e outros itens no café da manhã. Tudo tem um preço bom e é gostoso, mas nada excepcional.

Almoço no restaurante Nokturno


Seguro Viagem

Na Europa, países signatários do acordo Schengen exigem seguro com cobertura mínima de 30 mil euros para qualquer viajante. São eles: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Holanda, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça.

No banner abaixo, disponibilizamos um comparador de Seguros da Real Seguros, através dele, você pode comparar o custo e os itens cobertos de várias seguradoras diferentes. (Ou clique aqui para ler nosso post sobre seguro viagem)




Lagos Plitvice


O Parque Nacional dos Lagos Plitvice foi fundado no ano de 1949 e desde 1979 se tornou um Patrimônio da Humanidade, pela UNESCO. O local, com área de 300 km², possui diversas cachoeiras, lagos, trilhas pelas abundantes vegetações e inúmeras paisagens naturais deslumbrantes. O maior encanto dos lagos é a cor de suas águas, que variam em tons de azul e verde esmeralda. Realmente são muito impressionantes, especialmente no verão ou em dias com muito sol.

Não acho que exista alguma época não recomendada a visitação. Cada estação do ano vai ter uma característica que irá te agradar, por isso, escolha o cenário que deseja ver. Opte por ver o parque todo verde e com aquela cor deslumbrante nas águas, durante o verão, o local parcialmente coberto por neve e com alguns lagos e cachoeiras congelados, durante o inverno, ou os tons impressionantes em sua vegetação durante o outono ou o lugar todo florido durante a primavera. O parque funciona todos os dias, incluindo feriados.

No local há 16 lagos, que estão divididos em duas regiões: lagos inferiores e lagos superiores, sendo 4 lagos no primeiro grupo e 12 no segundo. Os lagos são conectados por cachoeiras. Os mais visitados e considerados os mais bonitos são os lagos da região inferior. Mesma região que se encontra a deslumbrante Grande Cachoeira (Great Waterfall). Durante o final do outono e o inverno, a região dos lagos superiores está fechada para visitação.

Para conhecer o parque, foram criadas passarelas sobre alguns lagos e trilhas nas margens dos lagos e cachoeiras, além de cruzar um trecho de barco ou trem panorâmico. Há diversas opções de trilhas, que são identificadas por letras, de A a K, sendo a menor de 3,5 km e a maior de 18,3 km. Cada trilha possui uma distância e dificuldade e passa por uma região do parque, atendendo a todos os tipos de público. Se informe e escolha a trilha que mais se adapta ao seu condicionamento físico. Todas as trilhas são muito bem sinalizadas e há placas informativas ao longo de todo o percurso, não há como se perder ou pegar o caminho errado. Atrás do seu ingresso terá um mapa com as trilhas e este mesmo mapa estará nas entradas do parque, tire uma foto e leve com você.

Nas entradas do parque e no local onde se pega o barco, há restaurantes e cafés. Mas a melhor opção é levar a sua própria comida e fazer um piquenique após o passeio, assim você aproveita pra descansar um pouco e admirar mais as belezas naturais do lugar. Em alguns pontos, há mesas de madeira instaladas com essa finalidade. Também há um hotel para quem quiser dormir por lá e voltar no dia seguinte.

O único meio de chegar ao parque é o terrestre. Caso opte por alugar um carro, a distância de Zagreb é de 137 km e no parque há dois estacionamentos, pagos por hora. A partir da rodoviária de Zagreb, há várias empresas que fazem o percurso e muitas opções de horário. É possível comprar o bilhete na hora ou com antecedência pela internet. Na volta, é só estar no ponto de ônibus na hora e comprar o bilhete direto com o motorista. Os horários estão disponíveis na bilheteria do parque.

Parque Nacional dos Lagos Plitvice

Parque Nacional dos Lagos Plitvice

Parque Nacional dos Lagos Plitvice

Parque Nacional dos Lagos Plitvice


O que conhecer na cidade

A maior parte das atrações turísticas de Zagreb está localizada no centro histórico, que se divide em dois, cidade alta (Gornji Grad) e cidade baixa (Donji Grad). Acredito que dois dias são suficientes para conhecer todos os principais atrativos, sendo um dia dedicado aos Lagos Plitvice. Abaixo estão alguns que considero indispensáveis.

Trg Ban J. Jelačića

Localizada na interseção das principais avenidas da cidade, a Ilica e a Jurišićeva, é a praça central da cidade. Devido a sua localização, é o ponto de chegada para a maioria dos turistas que vão explorar o centro histórico, pois todos os trams da cidade param lá. Fica na região denominada de cidade alta, apesar de parecer ser cidade baixa, pois você continua subindo para chegar às partes mais altas. O local é repleto de edifícios antigos, com vários estilos arquitetônicos, cafés e lojas. É a principal e mais movimentada praça da cidade.

Ao chegar ao local, a primeira coisa a se avistar é a estátua equestre do governador Josip Jelačića, um herói de guerra. Essa estátua foi removida durante o período da República Jugoslava, mas foi reinstalada no ano de 1991.

Estátua do herói de guerra Ban Josip Jelacica


Mercado Dolac

O Mercado Dolac é o maior e mais importante mercado de rua da cidade. Está localizado na cidade alta, a poucos metros da Praça Ban J. Jelačića. O mercado vende de tudo, desde frutas, verduras, carnes, queijos, artesanatos a souvenires, flores e comidas típicas. Logo nas primeiras horas do dia os comerciantes começam a montar suas barracas e ficam até o início da tarde, alguns desmontam próximo a hora do almoço.

Ao andar pelo mercado, você vai ver um local repleto de cores, dos produtos vendidos e dos toldos padronizados que são utilizados, vermelhos com listras brancas. É um excelente lugar para comprar algumas coisas, como souvenires, achei os preços excelentes. Também é bom para refeições, no entorno do mercado tem muitos restaurantes com pratos fartos e baratos.

Mercado Dolac

Mercado Dolac

Mercado Dolac


Praça Kaptol

Nessa praça estão localizados a Catedral da Assunção da Abençoada Virgem Maria e o Monumento a Virgem Maria. A praça fica próxima a Trg Ban J. Jelačića, é só subir uma pequena ladeira e logo avistará.

A Catedral, em seu estilo neogótico, possui uma história de destruições e reconstruções. Sua construção se iniciou no ano de 1093 e foi concluída em 1217. Mas no ano de 1242, foi destruída pelos Mongóis. Durante os anos de 1263 a 1287, foi totalmente reconstruída. No século XV, o Império Otomano invadiu a Croácia e construiu muros em volta da Catedral, uma parte ainda está de pé. No ano de 1880, a Catedral foi novamente destruída, dessa vez por um terremoto. A nave principal e a torre do sino foram seriamente danificadas e com isso, foi realizada a restauração em estilo neogótico no ano de 1901, pelo arquiteto Hermann Bollé, trazendo sua forma atual.

Além de seu interior bonito, a visita ao interior da Catedral vale a pena para ver o corpo embalsamado do arcebispo croata, Aloysius Stepinac. O arcebispo viveu durante o período da Segunda Guerra e é adorado pelos croatas. Mas há uma história polêmica que o arcebispo se aliou aos nazistas, nada comprovado.

Ao lado da Catedral, estão parte de duas torres originais que foram desgastadas pela erosão, mas na época não foi possível sua restauração, pois não havia fundos suficientes. Também há um relógio que parou após o terremoto, marcado 7 horas e 3 minutos.

Outro ponto no entorno é o Monumento a Virgem Maria. É uma escultura da Virgem Maria, em um pilar com 4 anjos abaixo. Na parte inferior, há uma fonte. Foi construído pelo arquiteto alemão Anton Dominik Fernkorn, no ano de 1865 e a fonte pelo arquiteto Hermann Bollé entre 1880 e 1882.

Catedral de Zagreb

Monumento da Virgem Maria

Relógio parado e partes não restauradas da Catedral

Funicular

Essa é a atração preferida dos preguiçosos. Ao chegar a parte de baixo do funicular, você vai dar aquela olhada para a escadaria que fica ao lado e com certeza vai pensar se vale a pena subir ou pegar o funicular. Alguns usam a desculpa que querem conhecer a atração, pois a estrutura original foi preservada, mantendo todas as características de quando foi feito, em 1890, exceto os motores que foram substituídos por motores elétricos em 1934 para facilitar a subida dos 66 metros.

Funicular 
Funicular



Strossmayer Promenade

É uma avenida da cidade, próximo a saída do funicular e a Torre Lotrščak. A avenida possui uma linda vista da cidade, por ser no alto e lá há vários bancos onde é possível sentar para admirar a vista. O local é completamente arborizado e há alguns quiosques que vendem comida e bebida. É excelente para sentar e passar um tempo relaxando e curtindo a cidade.

Strossmayer Promenade


Torre Lotrščak

É uma torre panorâmica que da uma vista de 360 graus da cidade. Foi construída no século XIII para proteger o portão sul da muralha de Gradec, como era conhecida a parte da cidade alta. No século XIX, foi adicionado um quarto andar e um canhão, que desde o dia 1 de janeiro de 1877 dispara todos os dias ao meio dia.



Museu dos relacionamentos terminados

Esse com certeza é um museu nada convencional. No seu interior, estão expostos objetos doados por pessoas de todos os lugares do mundo, com uma história de coração partido junto, seja por uma relação amorosa, uma relação familiar ou de amizade. O acervo conta com todos os tipos de objetos, como um vestido de noiva, um gnomo de jardim, um machado (Qual a história por trás dele? Um homem que foi trocado comprou o machado e destruiu todos os móveis da casa onde moravam juntos). É sem dúvida uma experiência bem diferente e única. Se você vai gostar eu não sei, mas tem gente que sai de lá chorando, tem gente que se acaba de rir. Não deixe de conhecer, até por que é o museu mais famoso da cidade, ao perguntar a qualquer pessoa o que fazer na cidade, vão te indicar lá.



Igreja de São Marcos

Esse é o cartão postal da cidade e também seu principal souvenir, a miniatura da Igreja de São Marcos. Se você já pesquisou qualquer coisa sobre Zagreb ou a Croácia, com certeza já viu pelo menos uma foto dessa igreja com seu famoso telhado, onde estão representados dois brasões, o da esquerda é o brasão de armas da Croácia, Dalmácia e Eslavônia e o da direita da cidade de Zagreb. A igreja foi construída no ano de 1256 no estilo românico e modificada ao longo dos anos, tendo sua forma final definida no ano de 1882. Seu interior chama atenção por ser pintado em dourado e é decorado com obras do escultor Ivan Mestrovic. Ao lado da igreja estão o Parlamento Croata e a sede da presidência da república.

Igreja de São Marcos

Interior da Igreja de São Marcos


Trg Maršala Tita

Localizada na cidade baixa, a praça tem seu nome em homenagem a Josip Broz Tito, popularmente conhecido como Marshal Tito, um revolucionário Ioguslavo. A praça em si não tem nada muito especial, mas é um ponto central para várias atrações, como o Teatro Nacional da Croácia e lá começa a famosa ferradura. É uma série de praças em formato de “U”, que possuem vários atrativos, como parques, museus, universidade, bibliotecas, o parque botânico e algumas esculturas.

Um dos museus mais visitados na região é o Museu Mimara, que possui uma extensa coleção de arte e uma grande variedade de itens. Em minha opinião, as praças e parques mais interessantes e bonitas da ferradura são a praça Trg Kralja Tomislava, onde possui uma estátua com o Palácio das Artes ao fundo, e o parque Zrinjevac, que possui um coreto no meio e uma árvore diferente, que possui uma abertura no tronco onde uma pessoa pode entrar. Nesse parque também acontecem alguns eventos, como as feiras de natal.

Estátua Kralj Tomislav com o Palácio de Artes ao fundo

Árvore diferente no Parque Zrinjevac

Coreto ao fundo no Parque Zrinjevac


Algumas Dicas

Prefira comprar os tickets de transporte público nas bancas de revista (Tisak). Eles também podem ser comprados direto com o condutor, mas são mais caros;

As máquinas para validar os tickets ficam somente próximas ao condutor, se entrar por outra porta, terá que ir até o início para validar;

No mercado Dolac tem vários souvenires com preços mais baratos, mas não tem muita variedade;

Prefira visitar o Parque Nacional dos Lagos Plitvice em dias de sol, pois a cor da água ficará muito mais bonita;

Durante os meses de Novembro a Abril, a região dos lagos superiores está fechada, assim como a entrada 2;

Não é necessário comprar o mapa do parque, pois há alguns mapas espalhados pelo parque, basta tirar uma foto e guardar com você;

O verão é o período mais cheio, fica realmente lotado. Opte por outros meses para ter mais tranquilidade e conseguir admirar o local sem ter ninguém te empurrando ou ficando em sua frente para tirar fotos;

Recomendo chegar bem cedo, assim é possível conhecer tudo em apenas um dia;

Leve água e um casaco na mochila, pois mesmo sendo um dia quente, por ser uma região de mata, pode fazer frio.


Gostou do post? Compartilhe este post com seus amigos! Convide-os para uma bela Eurotrip!

Curta também nossa página Facebook e esteja sempre por dentro dos melhores roteiros e dicas de viagem:
A Riqueza de Viajar (Clique para conhecer)



Confira também os posts relacionados

Eurotrip - Primeira Vez na Europa - Nunca foi à Europa e quer primeiro conhecer as cidades do roteiro mais tradicional? Confira essas dicas!
Liubliana - A capital da Eslovênia vai te surpreender.
Bled - Cidade da Eslovênia que possui um lago incrível.
Bratislava - Confira tudo sobre a linda capital da Eslováquia.
Praga - Cidade mais famosa do Leste Europeu. Não pode faltar na sua Eurotrip.
Budapeste - À margem do Danúbio, Budapeste costuma uma das preferidas dos viajantes ao Leste Europeu.
Cracóvia - Além do mais famoso campo de concentração da Segunda Guerra, Auschwitz, há um monte de coisas interessantes para conhecer.
Viena - A linda cidade que respira música.
Paris - Essa é a cidade mais visitada do mundo. Se você ainda não foi. Vá!
Todos os posts sobre a França
Todos os posts sobre a Itália
Todos os posts sobre a Alemanha


Navegue um pouco por nosso índice que certamente você vai encontrar a cidade que procura ou alguma história divertida para relaxar ;)
Índice de Posts com Roteiros, várias cidades e muito mais

domingo, 12 de março de 2017

Honfleur - França

Honfleur é uma pequena e pitoresca cidade, que fica no litoral da Normandia, Norte da França.

domingo, 5 de março de 2017

Bled - Eslovênia

Garanto que ao comentar com os amigos que irá visitar Bled, ou até mesmo a Eslovênia, a maioria irá perguntar “Onde fica isso?”, “O que tem pra fazer lá?” ou até mesmo “Por que vai perder tempo indo pra lá e não um lugar melhor?”. Ignore tudo e ao retornar mostre as fotos da viagem, garanto que todos vão querer planejar uma viagem igual.

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Liubliana - Eslovênia

A capital da Eslovênia, Liubliana (ou Ljubljana) é uma cidade bem pequena e charmosa, com um grande potencial turístico e que o explora muito bem. A população da cidade é muito solícita e trata muito bem os turistas, além de oferecer um excelente serviço em restaurantes, lojas e nas atrações, com um preço satisfatório.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Bratislava - Eslováquia

Capital da Eslováquia, a Bratislava é a maior cidade do país e a única capital europeia que faz fronteira com dois países, Áustria e Hungria.

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Cracóvia - Polônia

Pouco conhecida e explorada, a Cracóvia é uma fascinante cidade da Polônia que abriga inúmeras construções antigas, repletas de muita história e atrações imperdíveis. Sem falar da vida noturna, que é bem badalada e divertida. Além de ter a segurança e qualidade de vida dos países mais desenvolvidos da Europa, apesar de ser localizada no Leste Europeu.

domingo, 29 de janeiro de 2017

Budapeste - Hungria

Conhecida como “Pérola do Danúbio”, a cidade de Budapeste é considerada uma das mais bonitas da Europa e um dos principais destinos turísticos do continente. Uma cidade cheia de encantos e história, com paisagens deslumbrantes e muita cultura. Impossível não se encantar com a beleza do Rio Danúbio, que divide a cidade em lado Buda, o mais antigo, e o lado Peste.

domingo, 22 de janeiro de 2017

sábado, 14 de janeiro de 2017

Viagens Planejadas para 2017



Olá, leitores!

Estas são as viagens que planejamos para 2017, por enquanto. Você já foi para algum desses lugares? O que acharam? Tem dicas para nos dar?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...